[Dicas De Série] Babby Daddy

Nome: Babby Daddy
Temporadas: 5 | Duração: aprox. 20 minutos
Ano: 2012 | Status: Renovada



Surpresa! Você é um pai ! O bartender Ben chega em casa um dia e descobre que uma ex-namorada deixou uma menina em sua porta . A adição à família de Ben - ou ter uma família - vira sua vida de cabeça para baixo. Como um solteirão de Nova York aos 20 anos , ser um pai solteiro não se encaixa seu estilo de vida . Depois de muita deliberação , Ben decide criar o bebê com a ajuda de seu amigo Tucker que é jornalista , irmão Danny que é jogador de hóquei , e sua mãe doida Bonnie. Além deles, Ben conta com a ajuda da sua amiga mais próxima Riley, que é apaixonada por ele desde a infância. Ela quando criança era garota gorda que eles chamavam de ”calças gordas”, mas cresceu e se tornou uma bela garota na faculdade de direito. Riley tem esperanças de que Ben finalmente possa nota-la, mas o que ela não sabe é que o irmão de Ben, Danny esconde uma paixão secreta por ela.


Gente, eu nem me lembro mais como comecei a assistir essa série, eu só sei que amo demais! Com uma história simples mas cativante, Babby  Daddy é uma das melhores comédias da atualidade para mim. E se você acha que sua família é doida, espere até conhecer os Wheeler. Ben e Danny são irmãos, mas não poderiam ser mais diferentes um do outro. Ben é bartender e vive para pegar mulheres bonitas. Danny é um jogador de hóquei meio atrapalhado e não muito bem sucedido. Tucker é jornalista e melhor amigo de ambos, e os três dividem a cobertura de um apartamento.


A mãe de Ben e Danny é Bonnie, a pessoa mais doida que vocês já conhecerão na vida. O pai dos meninos não aparece muito, pois ele se separou de Bonnie e assumiu ser gay. A última integrante da família é Riley, que foi vizinha dos Wheeler a vida toda. Sempre tendo uma quedinha não correspondida por Ben, ela vive para que ele a note. Quando jovem, Riley não se importava com a aparência, e por isso era excluída e sozinha. O único que se importava com ela era Danny, que é apaixonado por ela desde pequeno. Os cinco, apesar de serem muito diferentes e estranhos, formam um tipo de família.


E um belo dia, uma nova integrante chega para mudar a vida de todos. Ben encontra uma bebê na porta de sua casa, e uma carta da antiga namorada dizendo que não queria a criança e um documento assinado por ela, que abria mão dos direitos maternos sobre a criança que se chama Emma. Primeiramente, Ben surta. Depois ele percebe que não pode fazer nada, que aquele bebê não tinha culpa e precisava de uma família e decide criá-la sozinho.


Assim acompanhamos as aventuras de Ben e sua família na criação de Emma e em como sua chegada afeta a vida de todos. Ben precisa tomar novas atitudes e pensar na filha antes de fazer besteiras, enquanto os outros tentam ajudá-lo a amadurecer e ser um bom pai para Emma. Cada episódio é um novo dilema que os personagens enfrentam, e prepare-se: você vai rir muito.


O que mais me encanta na série é que, apesar de todos os defeitos dos Wheeler, eles são uma família unida e cheia de amor. Isso quebra com aquela ilusão de que famílias perfeitas existem, e que cada família expressa carinho e amor de uma forma. Temos o triângulo amoroso entre Ben, Riley e Danny, as confusões de Tucker e Bonnie, e a linda Emma que acompanha tudo de perto e desde pequena já mostra que é da família mesmo. São episódios rápidos com histórias engraçadas, que melhoram nosso dia e nos fazem rir muito.


isabela ottoni

2 comentários:

  1. olá, gostaria de dizer que você começou a ver essa série porque eu mandei kkkk uma das melhores séries de comédia com certeza, a mais gostosa de assistir que tem, amo demais

    ResponderExcluir
  2. Acho esta série bem engraçada! Também não me lembro como comecei a assistir e, na verdade, faz tempo que não a vejo na tv...

    Cor Sem Fim

    ResponderExcluir

Instagram