[Resenha] Apaixonada Por Você - A.C. Meyer

Nome: Apaixonada Por Você
Autora: A.C. Meyer
Editora: Universo Dos Livros | Gênero: YA, Romance, Comédia
Páginas: 240   | Classificação: 5/5
CompreSaraiva | Submarino | Amazon


Depois do emocionante romance entre Julie e Daniel em Louca por você, chegou a vez de conhecermos a história de Johanna e Zach. Ela é uma advogada que trabalha para artistas. Ele, um empresário de muito estilo – sócio e melhor amigo do irmão dela.
Quando a paixão dos dois esquenta, surge um impasse: ele quer assumir a relação para todo mundo, mas ela tem medo da possível reação de seu irmão Danny, que confia muito em Zach. Será que Johanna, essa mulher tão decidida e independente, conseguirá não magoar seu cobiçado “senhor Delícia”? E será que Zach, para assumir o relacionamento, vai amolecer o coração do amigo Danny, que agora será papai?


Se você ainda não leu: Louca Por Você (Livro 1)  | Fascinada Por Você (Livro 3) | Encantada Por Você (Livro 4)



Vou começar contando algo que aconteceu na minha casa. Ás sextas feiras minha família gosta de se reunir pra assistir filme e cada sexta um escolhe o filme, para que todos possam ver algo que gostem. Geralmente ficamos assistindo até de madrugada, mas minha mãe sempre dorme meia hora depois que o filme começa. Uma sexta eu escolhi o que conta sobre o maravilhoso filho de Odin, o pai de todos: Thor. Vocês não imaginam a surpresa geral da família quando ao final, olhamos para minha mãe e ela estava acordada. Meu irmão, inocente, disse que ela tinha ficado acordada porque gostava muito do filme. Para testar se ela tinha ficado acordada mesmo, eu perguntei qual sua parte favorita do filme, e ela me disse: "o Thor filha". 

Se minha mãe, vendo o filme, não consegue resistir a beleza dele, imagine a Jo, que tinha um Thor só para ela ao vivo e em cores. Apesar da beleza estonteante, Zach também era carinhoso, atencioso, e um amante exemplar. O relacionamento deles era perfeito; até Zach vir com essa ideia de que precisavam assumir. É aí que Jo precisa sair da zona de conforto e decidir o que realmente sente por Zach

“Rafe está parado, me olhando, enquanto conto tudo e, quando finalmente termino, ele fala calmamente.
– Como você conseguiu esconder de Danny que está apaixonado pela irmã dele? – Apaixonado? O comentário de Rafe me tira o chão. Jo é linda, me deixa louco a maior parte do tempo, mas nunca falamos em amor e nunca pensei que pudéssemos estar “apaixonados”.
– Rafe… – começo, mas ele me corta.
– Zach, vocês dois são meus melhores amigos e quero o melhor para vocês. Eu nunca vi você ficar tão ligado a uma pessoa por tanto tempo como você está com ela. – Ele senta ao meu lado e continua: – Eu entendo a questão do desejo e tudo mais, mas responda com sinceridade. Se amanhã ela decidir colocar um ponto final, você vai aceitar e seguir em frente? O pensamento de Jo não querer mais ficar comigo faz com que eu me sinta doente.
– Não, não vou – eu falo e abaixo a cabeça.”

A história dos dois é linda, porém muito secreta. Zach sabia que precisava assumir o que eram, para que pudessem caminhar rumo a algo melhor. Mas e o medo de Jo não querer a mesma coisa? E se ela não o amasse como ele a amava? A cabeça de Zach ficava entre deixar como está ou se arriscar em face de algo maior. Uma coisa era certa: a situação já estava ficando insustentável, e uma hora todos acabariam descobrindo, da pior maneira possível.

A autora veio nesse segundo livro trazer um dilema que todos enfrentamos em algum momento da vida: se arriscar ou não? Quem nunca teve vontade de tentar uma coisa nova mas ficou com medo de dar tudo errado e acabou desistindo? É tão difícil tentar pesar essas opções. Ficamos divididos entre o novo assustador e o velho seguro. Algo que aprendi com Zach e Jo é que às vezes precisamos deixar ir o velho para que algo novo e maravilhoso ocorra. George me mostrou que podemos sim sair machucados; e que esse novo acabe não dando certo. Mas se não arriscarmos ou tentarmos, seremos infelizes e perderemos a oportunidade de viver algo único. 

“– Jo, o que você sente por mim? – pergunto de forma incisiva. Já que eu tinha que colocá-la contra a parede, queria tudo.
– O que eu sinto? Como assim, Zach? Não quero conversar sobre isso agora.Vamos voltar pra cama. – Ela tenta ganhar tempo, mas não vai conseguir me enrolar.
– Não vamos voltar pra cama, Jo. A gente não conversa. Tudo a gente resolve na cama. Chega! Agora quero saber o que você sente. Você me ama? Você gosta de mim? Só sente tesão?”

Não tem como não rir dessa família After Dark, e não suspirar por esses homens maravilhosos é IM-POS-SI-VEL. Encontramos nessa obra o casal Dany e Julie, e presenciamos a formação de possíveis casais para os próximos livros. O mais engraçado é que, em determinado momento, imaginamos o que a autora fará com nossos queridos personagens. Mas nada do que você tenha feito suposições acontece. É inacreditável o tanto que podemos nos surpreender com essa série linda, que nos ensina e faz rir. 

Com um enredo cativante, uma história apaixonante e personagens bem construídos, a autora nos permite sentir como se conhecêssemos cada um deles. Ouvir a história do ponto de vista de cada um deles também ajuda muito a compreender melhor os sentimentos e a ter uma visão melhor dos acontecimentos. 

“– A nossa relação não é baseada só em sexo, George – digo, e na minha cabeça passa um filme, lembrando dos momentos em que Zach esteve ao meu lado. – Nós dormimos juntos todos os dias. Ele faz o jantar para mim, enquanto eu conto sobre o meu dia no escritório. Eu fico esperando ele chegar do bar, para que possamos conversar um pouquinho antes de dormir, nos dias em que ele está trabalhando. Ele é carinhoso, divide as preocupações comigo. – Mais lágrimas caem. – Pede a minha opinião. Me ouve. Se preocupa. Ele cuida de mim e eu dele. Não sei o que vou fazer sem ele, George. É como se um pedaço de mim tivesse sido levado quando ele saiu por aquela porta.”

Eu amei esse casal, amei a história deles. Me orgulhei ao ver Jo abrindo mão de seus medos para se entregar ao amor. Graças ao bom Jesus por George, que é o pai cupido de todos esses integrantes da família After. Zach, seu lindo, POR FAVOR, aparece na minha vida. 

Essa série tem quatro livros, mas caso você queira ler independente ou fora de ordem, é possível. Claro que terá os spoilers sobre os outros personagens, e alguns acontecimentos que iniciam as histórias de alguns casais podem se encontrar no meio da história de outros. Sugiro sempre que comece pelo primeiro; você com certeza não conseguirá largar a série depois de conhecer todos eles. Essa saga é meu xodó, e prometo que se você der uma chance não irá se arrepender.

isabela ottoni

8 comentários:

  1. Olá Isa,
    Gostei muito da sua resenha, mas a série de livros não faz o meu estilo de leitura. Apesar de você ter feito muitos elogios, vou deixar a dica passar.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  2. hahahahaha tô rindo do lance com a tua mãe ahuahsuahsuashuash
    certa ela,né??? :P`

    sobre o livro, acredito que eu não seja o público-alvo desse tipo de leitura,pois não gosto de YA... mas parece ser uma leitura leve e encantadora mesmo ^^

    mas alguns elementos clichês presentes nela me incomodam...por isso deixo a dica passar...
    bjs...

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Achei a resenha incrível! Já li outras desta série bem positivas, mas não sinto vontade de ler! Mesmo tu dizendo o contrario rs
    Vou passar a dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Uou. Que resenha linda! Parabéns =D
    Mas ainda assim, confesso que passo a dica :( Não é bem o tipo de livro que estou lendo no momento e sei que se ler, posso acabar não curtindo e nem será culpa da autora ou da história. Será culpa do momento mesmo. Mas quem sabe no futuro eu leia e possa curtir tanto quanto você :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá =)
    Entendo sua mãe, o Thor realmente é a melhor parte do filme. Haha'
    História de amor seca? Não rola! Se arriscar ou não? Eis a questão. O tema proposto pela autora aprece ser interessante. Personagens cativante faz toda diferença. Sua resenha ficou sensacional, parece ser uma leitura leve. A capa está linda. Mesmo assim o livro não me despertou o interesse. Por isso passo a dica. Beijos'

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Primeiro devo dizer que entendo perfeitamente a sua mãe e que ri bastante com a história que você contou sobre a sua família.
    Eu sempre tive interesse em ler essa série mas mesmo os livros sendo bem baratinhos eu sempre deixo pra depois e por isso até hoje não li e nem comprei nenhum dos livros. Gostei da proposta da autora, em que a protagonista é desafiada a se arriscar pra assumir e viver um amor; um pouco clichê mas admito que adoro um clichê bem feito, o que parece ser o caso de acordo com os seus elogios. O personagens parecem ser o melhor ponto da obra e a sua animação com o Zach me deixou muito curiosa pra saber mais sobre esse (lindo) personagem haha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Adorei a história da sua mãe! hehehe Um beijo pra ela! O livro tenho o primeiro aqui, mas está na minha interminável lista de espera. rsrs Ainda não senti muita vontade de ler, mas gostei dos pontos que você ressaltou da história. Vou analisá-lo com mais atenção!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Oi, fiquei super curiosa por esse livro, ainda não conhecia mas gostei bastante da capa e da sinopse. Amei sua resenha, já anotei a indicação. Sobre sua mãe, a minha também costuma dormir nos primeiros minutos a não ser que algo prenda muuuito sua atenção. Entendo porque ela ficou acordada rsrsrs super bjooo

    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Instagram