[Série] Dicas Para Assistir - The Night Shift

Nome: The Night Shift
Temporadas: 3 | Duração: aprox. 45 minutos
Ano: 2014- | Status: Hiatus

Trata-se de um drama médico no qual um militar que atuou no exterior retorna aos EUA, onde passa a trabalhar no turno da noite de um hospital de San Antonio.TC Callahan (Eoin Macken) é o líder da equipe médica. Utilizando métodos pouco ortodoxos, ele costuma bater de frente com seus superiores. Entre eles, Michael Ragosa (Freddy Rodriguez), um ex-estudante de medicina que deixou a faculdade por causa de problemas na vista. Agora, ele é o administrador do hospital no turno da noite, um verdadeiro burocrata, mais interessado em cortar custos que salvar pacientes. Ele precisa se cuidar para não perder o cargo para a Dra. Jordan Alexander (Jill Flint), ex-namorada de TC e a segunda no comando do hospital.Na equipe de médicos também estão Paul (Robert Bailey Jr.), um jovem e ambicioso residente; Topher (Ken Leung), cirurgião que atuou na guerra; Krista (Jeananne Goossen), médica residente que costuma se preocupar com as aparências; Dr. Landry de La Cruz (Daniella Alonso), psiquiatra; Drew (Brendan Fehr), ex-militar; e Althea (Brigid Brannagh). Entre os enfermeiros do hospital estão Jocelyn Diaz (Alma Sisneros), Kenny (JR Lemon) e Tom Constain (Brandon K. Hampton).

Eu conheci essa série por um canal de TV que agora não me recordo o nome. Estava passando o segundo episódio da primeira temporada, e por falta de opção na programação comecei a assistir. Ao final, eu estava tão apaixonada que corri para o computador para baixar o resto da temporada. The Night Shift parece mais uma série de paramédicos bem dramática, como essas muitas que já foram lançadas. E no início, eu pensei que realmente seria assim e não passaria da primeira temporada. Mas depois a série amadureceu, e nos deixou viciados.

Conhecemos T.C (e a gente só descobre o que são essas siglas na terceira temporada lol), um cara lindo cheio de problemas, que voltou da guerra e decide trabalhar com médico do pronto socorro do Hospital San Memorial. Seus colegas de trabalho são Topher, que serviu ao exército com ele e é praticamente seu melhor amigo e Jordan, ex namorada que nunca deixou de amar. Os demais são bons colegas, e um pouco secundários na trama. Mesmo assim, em alguns episódios conhecemos mais sobre a vida de cada um deles, e como resolvem os dilemas apresentados.

T.C tem alguns problemas para aceitar ordens, e isso causava como que uma terceira guerra mundial todo dia com seu chefe Michael. Para piorar o clima instável dessa relação. Michael gostava de Jordan, o que apenas despertava o ódio de TC. A rotina puxada dos turnos não atrapalha que ele se meta em confusão, e a cada episódio nos perguntamos: será que é agora que ele estará bem enrascado? As memórias de guerra e problemas familiares fazer com que nosso protagonista se afaste de relacionamentos ou acabe estragando tudo neles, e isso consequentemente afeta seu trabalho. 






Acompanhamos os casos dos pacientes que chegam ao pronto socorro, e cada um possui uma história diferente. Com casos bem construídos e interessantes, vamos junto com os protagonistas desvendando os mistérios que cercam as vítimas e nos envolvendo com seus dilemas. 
Alguns dos pacientes continuam na série por mais de um episódio, mas são raras exceções. Posso dizer que há uma carga dramática muito forte, afinal estamos tratando de vidas, e isso certamente afeta quem assiste.
Muitas vezes nos alegramos ao final de um episódio, e no outro choramos por um personagem que não sobreviveu. Mas mesmo lidando com a tragédia, os personagens sabem nos fazer rir e encantar. Isso me motiva a continuar vendo, pois a série não fica "parada" na mesma história, e não deixa o clima depressivo dominar. Cada season finale é uma surpresa diferente, e nos últimos cinco segundos temos uma reviravolta emocionante. Agora aguardamos a 4ª temporada chegar, torcendo para que o temido cancelamento não venha, e saibamos qual a treta da vez que nossos queridos médicos e enfermeiros enfrentarão.



isabela ottoni

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram